Opti BRA

Início » Posts etiquetados como 'ABCO'

Arquivo da tag: ABCO

Premiação do Campeonato Brasileiro 2018

Premiação do Campeonato Brasileiro 2018

A entrega de premios não poderia deixar de ser uma noite de muita alegria, diversão e integração entre todos os participantes do 46o Campeonato Brasileiro de Optimist. O Yacht Clube da Bahia honrou a fama de grandes anfitriões durante todo o evento, e não poderia deixar de ser diferente no seu encerramento.

Com recorde de participantes (165),  foram 9 dias intensos, de muita competição, altíssimo nível técnico, e acima de tudo, muita alegria e união entre todos os velejadores, técnicos e famílias. Afinal, o objetivo maior do Optimist é esse, ser um grande incentivador e desenvolvedor da vela entre nossas crianças. E nesse aspecto, a Bahia deu mais um show.

Parabéns aos gêmeos Leonardo e Mathias Crespo (ICRJ), que foram empatados para a última regata, disputando no último momento o campeonato, ficando com Leonardo o título de Campeão Brasileiro de Optimist 2018.

Parabéns Pedro Madureira pelo excelente 3o lugar, completando o brilho do Iate Clube do Rio de Janeiro, fechando o campeonato com os 3 primeiros colocados, e levando o ti’tulo de melhor Flotilha em 2018. Excepcional trabalho dos técnicos Filipe Novello, o Tijolo, e Guilherme Born. Parabéns!

Merecido reconhecimento também para Álvaro Nadal e Lorenzo Balestrin (Clube do Jangadeiros), que completaram os 5 primeiros colocados do campeonato, e proporcionaram uma disputa de alto nível até o final, em uma raia que apresentou condições ótimas de ventos durante toda a competição, garantindo que os melhores realmente se destacassem.

No feminino, outra disputa sensacional. A última regata foi disputada podendo ter 3 velejadoras como campeãs: Nina Pessoa (CNC-RJ), Sofia Faria (ICSC) e Manoela Cunha (Clube dos Jangadeiros). No final, Nina Pessoa teve um desempenho único na última regata, vencendo a última regata no geral e levando o título de Campeã Brasileira Feminino em 2018. Parabéns a Nina, sua família e seu técnico Rodrigo Amado pelo trabalho e dedicação de todo um ano.

Assim, no feminino ficaram Nina, Sofia e Manoela em 1o, 2o e 3o lugares respectivamente.

O Campeonato Brasileiro define também os representantes brasileiro no Campeonato Sulamericano de Optimist: são classificados os 11 primeiros velejadores masculinos e as 4 primeiras velejadoras femininas.

Novamente, parabéns a todos os velejadores pela dedicação, espirito de união, integração, amizade e integridade. Foi um campeonato lindo, que ficará na memória de todos, das mais diversas formas. Momentos intensos, de aprendizado para o esporte e para a vida, que servirão de motivação para o novo ciclo para muitos, e continuidade para outros.

Obrigado a todas os técnicos, o trabalho de vocês, como educadores e na construção de atletas e melhores cidadãos é essencial e reconhecemos o imenso valor de cada um de vocês para os velejadores. Nosso muito obrigado!

Velejadores, treinem e se dediquem cada vez mais, o desenvolvimento, evolução e os resultados que vocês sonham virá com o tempo e como consequência do amor a vela e dedicação.

Obrigado ao Yacht Clube da Bahia, fomos muito bem recebidos e nos divertimos muito nesses dias.

Obrigado a equipe técnica liderada pelo Cuca Sobre. Mais um campeonato sensacional. Obrigado ao Nelson Ilha pela liderança dos juízes.

Cerimônia de premiação

Flotilha prata

Categoria mirim masculino

  1. Antonio P Claudino (VDS/CBC)
  2. Lucas C K Freitas (ICRJ)
  3. Axel V Cruz (ICRJ)
  4. Joaquim F F Lopes (ICRJ)

Categoria mirim feminino

  • Valentina Cunha (YCB/CBC)
  • Melissa P Paradeda (CDJ/CBC)
  • Carolina H Maximino (ICB-DF)

Categoria infantil masculino

  1. Erick M M Carpes (VDS/CBC)
  2. Gustavo A Glimm (VDS/CBC)
  3. Vitor P Bahia (YCB/CBC)
  4. Henrique R Huber (ICES)
  5. João P M Cardoso (ICI)

Categoria infantil feminino

  1. Sofia R Faria (ICSC)
  2. Maria E P Claudino (VDS/CBC)
  3. Clara M C Mateus (ICSC)
  4. Gabriela Vassel (CCSP)
  5. Joana F T A Gonçalves (ICRJ)

Categoria juvenil masculino

  1. Leonardo M Crespo (ICRJ)
  2. Mathias M Crespo (ICRJ)
  3. Pedro Madureira (ICRJ)
  4. Alvaro N Alvarez (ICB-DF)
  5. Lorenzo Balestrin (CDJ/CBC)

Categoria juvenil feminino

  1. Nina B Pessoa (CNC)
  2. Manoela P Cunha (CDJ/CBC)
  3. Julia Ollivier (CICP)
  4. Alice le Goff (FRA)
  5. Luiza H Moré (CDJ/CBC)

Melhor flotilha

  • Zé Carioca – Iate Clube do Rio de Janeiro

Melhor estado

  • Rio de Janeiro

Campeonato de equipes

  • 1º. RJ-1
    • Mathias Mirow Crespo
    • Leonardo Mirow Crespo
    • Pedro Madureira
    • Antonio Castelo Branco
    • Diogo Petersen
  • 2º. RS-2
    • Gustavo Gilmm
    • Pedro Mueller
    • Maria Eduarda Claudino
    • Leonardo Caminha
  • 3º. RS-1
    • Lorenzo Balestrin
    • Pedro Breternitz
    • Luiza Moré
    • Pedro Henrique Gambino
    • João Henrique Almeida

Categoria geral

  1. Leonardo M Crespo (ICRJ)
  2. Mathias M Crespo (ICRJ)
  3. Pedro Madureira (ICRJ)
  4. Alvaro N Alvarez (ICB-DF)
  5. Lorenzo Balestrin (CDJ/CBC)
  6. Erick M M Carpes (VDS/CBC)
  7. Roberto M Cardoso Fo (CICP)
  8. Ricardo Coutinho (YCB/CBC)
  9. Pedro H Wiegand (CNC)
  10. Germano B Santos (VDS/CBC)

Campeã feminina

  • Nina B. Pessoa (CNC)

Campeão geral

  • Leonardo M. Crespo (ICRJ)

Anúncios

Fechando o Brasileiro da Bahia com Chave de Ouro

Fechando o Brasileiro da Bahia com Chave de Ouro

Mais um dia lindo, com muito sol e bons ventos na raia da Baia de Todos os Santos. Com uma regata realizada, o Iate Clube do Rio de Janeiro fechou o campeonato com os 3 primeiros lugares, um desempenho sensacional.

Parabéns Leonardo Crespo (ICRJ), Mathias Crespo (ICRJ) e Pedro Madureira (ICRJ), 1º, 2º e 3º colocados respectivamente. Alvaro Nadal (ICB-DF) e Lorenzo Balestrin (CDJ) completam os 5 primeiros.

A grande campeã no feminino foi Nina Pessoa (CNC), seguida por Sofia Faria (ICSC) e Manoela Cunha (CDJ).

O campeonato teve recorde de participação, com 165 velejadores dos estados do RJ, SP, DF, SC, BA, PE, RS, ES e 5 velejadores da França.

As súmulas finais seguem abaixo:

Às 20h será realizada uma grande festa para a premiação no Salão de Eventos do Yacht Clube da Bahia.

Parabéns a todos os velejadores, famílias, técnicos, equipe da comissão de regata e em especial a todas as pessoas do Yacht Clube da Bahia pela excepcional e inesquecível recepção, foi um campeonato lindo.

Nos vemos em Ilhabela em Janeiro de 2019!

Penúltimo dia

14/01/2018 – Neste penúltimo dia do Campeonato Brasileiro de Optimist foram realizadas 3 regatas e a disputa pelas primeiras posições acirrou com os irmãos Crespo empatados em primeiro lugar seguidos por Pedro Madureira:

  • Mathias M Crespo (ICRJ) – 59 pontos
  • Leonardo M Crespo (ICRJ) – 59 pontos
  • Pedro Madureira (ICRJ) – 69 pontos

Confira os resultados parciais:

Amanhã, 15 de janeiro, último dia do campeonato, está prevista a realização da última regata da competição, quando será conhecido o novo campeão brasileiro de optimist.

Mais informações:

Começaram as regatas finais

Começaram as regatas finais

13/01/2018 – Neste sábado recomeçaram as regatas individuais, agora na etapa final, com os velejadores já separados nas flotilhas ouro e prata. Foram realizadas duas regatas com vento muito rondado variando de 8 a 14 nós. A disputa pelo campeonato está acirrada entre os seguintes velejadores:

  1. Mathias M Crespo (ICRJ) – 32 pontos
  2. Lorenzo Balestrin (CDJ/CBC) – 36 pontos
  3. Alvaro N Alvarez (ICB) – 41 pontos
  4. Pedro Madureira (ICRJ) – 41 pontos
  5. Leonardo M Crespo (ICRJ) – 46 pontos
  6. Erick M M Carpes (VDS/CBC) – 52 pontos

Confira a súmula preliminar após as 8 regatas disputadas:

Faltam ainda mais dois dias de regatas do campeonato, com a expectativa de realização de 12 regatas.

Mais informações:

O primeiro troféu

O primeiro troféu

O 1º troféu rotativo do Campeonato Brasileiro de Optimist foi entregue aos campeões de 1973 até 1981, quando Carlos Henrique Wanderley (YCSA), navegando em seu barco “Meia Porção”, em referência ao seu tamanho, conquistou o tricampeonato da classe e ficou com o troféu definitivamente.

       

 

Na foto histórica acima, Wanderley recebe o lindo troféu após conquistar o tricampeonato em 1981. Um detalhe, pode-se ver que base era separada do troféu.

Troféus dos campeões

Troféus dos campeões

Troféu do campeão geral

Troféu do campeão geral

Os campões brasileiros de optimist levam para casa imponentes troféus da Associação Brasileira da Classe Optimist (ABCO). Existe um troféu rotativo para o campeão geral e um outro para a campeã feminina.

O troféu rotativo fica com o velejador campeão até o próximo campeonato brasileiro, momento em que cede para o novo campeão. Quando um velejador ganha 3 vezes o campeonato, fica definitivamente com o troféu.

Na classe optimist, ganhar definitivamente o troféu é algo muito difícil de acontecer devido ao limite de idade. Aconteceu somente uma vez quando Carlos Henrique Wanderley (YCSA) ganhou os campeonatos de 1979, 1980 e 1981 e ficou definitivamente com o troféu na época. Por este motivo, o atual troféu do campeão geral tem as placas dos campeões somente a partir de 1982.

O Troféu de Campeão Feminina tem uma história semelhante. O primeiro Troféu Transitorio pertence hoje a Andrea Lobo da Rosa Borges, que ganhou 3 ano seguidos, 1998, 1999, 2000.

O atual Troféu do Feminino foi “inaugurado” em 2001 também pela Andrea Borges, que portanto, ganhou 4 campeonatos seguidos.

Troféu da campeã feminina

Troféu da campeã feminina

Eduardo Melchert, o Dudu, do YCSA, foi o ganhador o 1º Campeonato Brasileiro de Optimist, em 1973. Por coincidência, Nicolas Bernal, campeão brasileiro de 2017 é treinado por Gabriel Melchert, filho de Dudu, e também campeão brasileiro em 2004.

Gabriel Melchert, Nicolas Bernal e Eduardo Melchert

Gabriel Melchert, Nicolas Bernal e Eduardo Melchert

O atual troféu de campeão geral

O atual troféu de campeão geral possui placas dos 36 velejadores que foram campeões brasileiros a partir de 1982 . Confira nas fotos a seguir as placas dos campeões a partir de 1982:

Mais informações:

Resultado do Campeonato Brasileiro por Equipes

Resultado do Campeonato Brasileiro por Equipes

12/01/2018 – Nesta quinta feira, 11 de janeiro, foram realizadas as regatas do Campeonato Brasileiro de Equipes de Optimist 2018 com a participação de 16 equipes: BA, DF, ES, PE, SC, RJ-1, RJ-2, RJ-3, RJ-4, RJ-5, RS-1, RS-2, RS-3, SP-1, SP-2 e SP-3.

A regata de equipes é uma forma alternativa de competição à regata individual. Na regata individual cada velejador é obrigado a tomar suas decisões individualmente e somente a seu favor. Já na regata de equipe, o velejador participa com outros 3 velejadores em um time e as decisões podem ser tomadas em conjunto e de forma a favorecer o time. A regata de equipe é rápida e divertida, além de exigir domínio do barco, muito conhecimento das regras de regata e jogo de equipe.

Depois de 30 regatas realizadas os três primeiros colocados foram:

  • 1º. RJ-1
    • Mathias Mirow Crespo
    • Leonardo Mirow Crespo
    • Pedro Madureira
    • Antonio Castelo Branco
    • Diogo Petersen
  • 2º. RS-2
    • Gustavo Gilmm
    • Pedro Mueller
    • Maria Eduarda Claudino
    • Leonardo Caminha
  • 3º. RS-1
    • Lorenzo Balestrin
    • Pedro Breternitz
    • Luiza Moré
    • Pedro Henrique Gambino
    • João Henrique Almeida

Mais informações:

%d blogueiros gostam disto: